Sonhos e símbolos - Fênix

by - 18:35


Oi, criaturas de alma linda! Vim aqui hoje dividir mais coisas com vocês. Além das meditações e dos conteúdos da teoria que vou introduzindo pouco a pouco na leitura de vocês, gostaria de compartilhar alguns sonhos que trabalhei em terapia e que foram muito importantes nessa minha caminhada. Pra quem não sabe, eu faço Psicologia e estou no último ano. Faço terapia na mesma abordagem que pretendo me especializar depois de formada: a psicologia junguiana. 
Carl G. Jung foi um homem a frente do seu tempo, a mãe era espírita e o pai pastor, sempre se viu permeado por conteúdos espirituais. Em sua trajetória, trabalhou e foi grande amigo de Freud, porém acabou rompendo com ele e criando sua própria linha teórica, a psicologia analítica ou profunda. Jung introduziu conceitos como o inconsciente coletivo e os arquétipos, que já expliquei bastante nesse post. Basicamente, o inconsciente coletivo é a camada mais profunda da psique e é onde se encontra todo arcabouço simbólico da espécie humana e é compartilhado por todos nós. O centro da psique é o Self ou Si-Mesmo, que é o arquétipo central e pode ser considerado o arquétipo de Deus. O Self é nossa essência e a integração da nossa consciência e inconsciência. Todos os sonhos possuem uma linguagem simbólica e é manifestado através de símbolos e arquétipos. Na psicoterapia junguiana um dos pontos principais a serem trabalhados são justamente os sonhos, pois são considerados cruciais na compreensão da dinâmica de nossa mente e expressa mensagens que podem nos ajudar na nossa jornada pela individuação, que é tornarmos nós mesmos, pois essa é a nossa meta. Além disso, Jung era considerado místico por alguns, porém, cada vez mais sua teoria vem fazendo sentido e se popularizando. Pra quem gosta de ler, indico "O homem e seus símbolos" do Jung que foi feito para o público leigo e que não necessariamente sabe de psicologia, é bem legal e ilustrado. Um testezinho divertido que foi baseado em sua teoria dos tipos psicológicos é o 16personalities.
Só pra vocês pensarem um pouquinho na genialidade desse homem, vou deixar algumas de suas frases que eu gosto:


    • "Onde o amor impera, não há desejo de poder; e onde o poder predomina, há falta de amor. Um é a sombra do outro."
    • "Até onde conseguimos discernir, o único propósito da existência humana é acender uma luz na escuridão da mera existência."
    • "Não posso provar a você que Deus existe, mas meu trabalho provou empiricamente que o “padrão de Deus” existe em cada homem, e que esse padrão é a maior energia transformadora de que a vida é capaz de dispor ao indivíduo. Encontre esse padrão em você mesmo e a vida será transformada."
    • "O pêndulo da mente se alterna entre perceber e não-perceber, e não entre certo e errado."

    • Os sonhos são as manifestações não falsificadas da atividade criativa inconsciente"
    • “Um sonho é uma pequena porta escondida no santuário mais profundo e mais íntimo da alma, que se abre para a noite cósmica e primordial, que é a alma, muito antes de existir o ego consciente.”
    • "Sincronia é a realidade sempre presente para aqueles que têm olhos para ver."
    • "Tudo depende de como vemos as coisas e não de como elas são."



    Pensamentos incríveis né? Poderia discutir por horas cada frasesinha aí de cima com muito prazer. Mas enfim, dito isso, vou contar de alguns sonhos que eu tive e o que pude aprender com eles.

    O sonho com a Fênix


    Como podem ver, dia 16 de maio eu sonhei que estava protegendo uma fênix de ser morta. Eu a protegia com o meu corpo e sentia um amor muito forte por ela. Agora vamos entender todo o contexto. 10 dias antes, 6 de maio, eu fui num Sabbat na escola de magia Sirius Gaia em Cotia. Já era minha segunda vez lá e a vibe é indescritível. Não, não é nada do demônio e nem acontece sacrifícios de bichos nem nada disso, tudo é feito na base do simbolismo. As pessoas de lá são de diferentes religiões ou sem religião alguma. Eu não sou iniciada , os sabbats são abertos pra qualquer um. 
    Esse sabbat foi o Samhain, que pedi a ajuda do meu amigo Maurício (dono do blog Crime sem castigo) e quem guiou o ritual pra explicar um pouco mais pra vocês:
    "Samhain é a Morte da Deusa... É o primeiro sabbat na roda do Ano onde a Noite é maior do que o Sol. Samhain é o momento do sacrifício. É o ideal de deixar morrer o que for necessário e selecionar as sementes daquilo que irá plantar no futuro. É o momento de desapego e fim de ciclos. Momento introspectivo de reflexão e a intuição está mais aflorada. É considerado o momento onde o véu que separa os mundos fica mais fino e, logo, é uma época para trabalhos espirituais, de oráculos ou tudo que tenha relação ao mundo intuitivo. O contato com mundo sutis.
    O processo do nosso ritual foi dividir a noite em três partes: reflexão e meditação para convocar forças ancestrais e acender uma vela para potencializar e alimentar esse contato com o poder ancestral (comunicar-se com os mortos); trazer do inconsciente à luz energias que nos limitam... uma reflexão sobre o que no último ciclo estava prendendo nosso potencial, materializando a limitação por um elástico; e por fim, cortar e fazer o sacrifício, transmutando essas energias ao fogo para que elas possam ser utilizadas em novos projetos, largar o antigo para poder criar o novo."
    Ok, e o que aconteceu comigo nesse dia? Eu nem sei dizer direito, mas foi uma noite surreal. O ritual começou convocando as forças ancestrais e na hora de acender uma vela a um antepassado eu só conseguia pensar em Jesus  e todo seu sacrifício aqui nessa Terra por todos nós, então convoquei a sua energia. Depois, um elástico foi colocado em nossas mãos para sentirmos como as vezes conseguimos fazer certas coisas com as nossas limitações, mas precisávamos reconhecê-las, trabalhá-las e sermos livres. O que me veio foi que eu deveria cortar a minha péssima relação com o meu corpo físico e então, com isso em mente, cortei o elástico e o joguei na fogueira, com a intenção de que essa energia fosse transformada numa energia de livre expressão do meu corpo.
    Depois, fui consultar dois oráculos, um do ar e um da água (tinha oráculo para cada elemento e cada pessoa estava trabalhando de formas diferentes - por pedras, baralho, bacia de água, etc...). Não vou contar tudo que me falaram no oráculo porque é muita coisa, mas o principal foi o da água, que estava dentro do espaço da sombra (inconsciente) e a mulher que me atendeu é conhecida como Pacha Mama (cada um lá recebe um apelido do mestre de acordo com sua energia). 


    Pachamama simboliza a energia feminina da Terra, o arquétipo da Grande Mãe, e foi uma coisa que eu entrei muito em contato depois desse oráculo. Inclusive quem não viu o post sobre o feminino aqui vale muito a pena: post. O oráculo funciona com você perguntando algo, e a minha pergunta foi: quem é você? Eu queria saber quem era Pacha Mama pra mim. O que ela estava simbolizando na minha vida agora. Ela sorriu, me chamou de ousada e falou que essa era uma ótima pergunta. Enfiou o rosto numa tigela com água por longos segundos e depois voltou a olhar pra mim. O oráculo da água trabalha com imagens que vem pela intuição. Ela me disse que viu uma mulher muito forte com os cabelos cor de fogo até a cintura. Eu dei risada e soltei meu cabelo (que estava preso num coque). Ela se assustou e me disse: "Era você, mas você mulher. Não você menina. Você precisa assumir sua força. Se você fizer isso você vai mais longe do que pode imaginar." Contei um pouco da minha história pra ela e ela se emocionou. Me abraçou e disse que eu já estava preparada, só precisava assumir isso. Eu saí de lá flutuando... Nessa mesma semana eu comecei a estudar sobre o feminino para um seminário da faculdade e vi a importância de resgatar o feminino dentro de mim. Tanta coisa sendo trabalhada e então me veio dois sonhos.
    O primeiro eu estava na fazendo dos meus avôs, ou seja, uma força ancestral (assim como a invocada no ritual). Eu estava na fazenda e ia acontecer um festival de música enorme, tipo lollapalooza. Pra quem não sabe, um dos meus maiores sonhos é trabalhar com música. Aí eu ouvi a notícia de que "os bezerros tinham morrido" e logo em seguida eu vi um cavalinho quase se afogando numa represa, mas conseguiu se salvar. Os bezerros podem representar meu lado infantil, ligado à mãe, talvez traumas infantis que precisavam morrer, se resolver. O cavalo fui descobrir beeeem depois que simboliza "médium" e talvez eu estava me sentindo em perigo dentro das águas do meu próprio inconsciente, mas mesmo assim eu consegui nadar e me salvar. A última cena foi eu acendendo um isqueiro e meu avô passando e dizendo "nossa, que cheiro de morte". Cheiro de morte? Estranho né... E aí no outro dia eu sonhei com a fênix. Ou seja, esse sonho foi um presságio para o sonho da fênix. O cheiro de morte relacionado ao fogo do isqueiro já me dava pistas do que estava por vir. Os sonhos podem fazer isso.

    A Fênix é uma ave mítica, símbolo universal da morte e do renascimento, bem como do fogo, do sol, da vida, da renovação, da ressurreição, da imortalidade, da longevidade, da divindade e da invencibilidade.



    Nesse sonho eu precisava proteger uma fênix de ser morta, o que não faz muito sentido porque fênix são criaturas mitológicas que representam o próprio ciclo do renascimento e são imortais. E eu a protegia com o meu corpo, abraçando-a. Minha psicóloga me perguntou "que cor era a fênix?" e isso foi sensacional, porque todos sabem que a fênix é um pássaro de  fogo, mas no meu sonho ela estava cinza. Ou seja, ela estava na fase de ser cinza, estar nas cinzas, ela precisava morrer pra renascer das cinzas. E eu não queria deixá-la morrer.... Mesmo ela estando morimbunda. Entendi que talvez eu não queria deixar morrer o que queimei na fogueira, a minha relação com o meu corpo, e por isso a protegia com ele. Mas além disso, o buraco foi mais embaixo. Descobri que esse sonho também representou algo maior. Eu não estava querendo deixá-la morrer porque talvez não suportaria toda a sua força e seu brilho porque achava que eu não era capaz de brilhar. Era aquele lance do oráculo de que eu precisava assumir minha essência e minha força. Eu não tinha que ter medo de deixar morrer a minha velha eu, com meus velhos padrões de crenças de que eu não era capaz, porque disso eu renasceria mais forte, nova, poderosa e mítica. E o sonho me comunicou exatamente esse conflito inconsciente. Não é incrível??? Esse sonho mudou minha vida. Além do mais, sonhos com fênix são extremamente raros, então me senti privilegiada de receber essa figura. Pra acrescentar ainda mais sobre esse sonho que foi um presente, a fênix, na Idade Média, os cristão a consideraram uma ave sagrada, símbolo da ressurreição de Cristo, bem como do triunfo da vida sobre a morte, e quem eu tinha convocado lá no ritual? Isso mesmo, Jesus. 
    Depois de ter tornado todo esse conteúdo consciente, que é um dos objetivos da terapia e da minha busca pelo meu autoconhecimento, eu comecei a realmente investir energia de coragem e autenticidade para assumir quem eu era por essência. E, desculpa o palavreado, eu ia estar pouco me fudendo para o que pensassem de mim. Eu tinha que ser fiel a mim mesma e era isso que importava, porque foi pra isso que eu vim, e se me deram uma missão tão grande, que seja... Eu aceito.
    E com esse relato eu espero que vocês entendam que é possível e já pode estar acontecendo com você a sua morte em vida. Muitos também tem dificuldade para compreenderem que são capazes de exercer suas missões, que são amados e são fontes de Luz. Esse é um caminho que precisa ser trilhado, nós precisamos entender que não viemos por acaso. Se escutem, escutem o que os sonhos estão tentando lhes dizer, escutem a voz da intuição, façam terapia, meditem, estejam conectados. 
    Outros sonhos vieram e me ajudaram a compreender mais sobre mim e contarei aqui pra vocês. Estamos na jornada da ascensão! O que for pesado, o que for de baixa vibração, o que for ilusão do ego, o que for medo: deixa ir. 
    Renovação. Regeneração. Ressurreição!
    Até o próximo post,
    Evy

    You May Also Like

    1 comentários

    1. O texto ficou Maravilhoso! Fico muito feliz que tive uma participação em todo esse seu processo de despertar!

      Espero que consiga ao longo do tempo grandes novas descobertas haha

      PS: Adorei a nova arte do Blog <3

      ResponderExcluir